segunda-feira, 5 de novembro de 2007

A montagem da cama

Hoje comprei um martelo. O objetivo era pregar um espelho na parede... Creia: não tenho um espelho pregado na parede, mesmo já morando há um ano na green house. Mas não venha me dizer que não tenho espelho em casa. Eu tenho, mas é daqueles de fixar com sucção, no box do banheiro. Ok, já tenho agora o espelho na parede também. E é até grandinho viu. E já tenho o martelo também. Mas não tinha, há quase um ano atrás, quando mudei pra cá.
Um martelo não é algo que a gente use todo dia. Mas há de se convir que é ferramenta indispensável quando nós mesmos queremos montar nossos móveis. E, antes que me chamem de pão-duro, por uma questão de acelerar o processo, resolvi eu mesmo montar os móveis... em um sábado de calor daquele dezembro distante.
Explico: comprei meus móveis pela internet e tem aquela coisa de você ligar para o montador depois e agendar de instalar tudo. Só que as coisas chegaram na sexta e só cheguei em casa à noite. Em resumo, sábado eu queria ter minha cama, minhas coisas e não tinha montador. Eu mesmo resolvi encarar o desafio. Ok, não tinha martelo, e também nem sabia onde compraria um.
Sim. Antes que achem que não consegui montar a cama... eu montei sim. Mesmo sem martelo. Como é possível? Improvisei um, com um suporte de microondas que ganhei. Um daqueles cabos metálicos funcionava como o martelo em si. O cabo era a chave de fenda, que encaixei em um dos buracos do suporte. Claro que não funcionou como martelo, mas eu usei assim mesmo.
Antes de um martelo, é preciso ter inteligência para montar uma cama. Principalmente uma cama de casal. Em primeiro lugar, é preciso saber que mesmo que você tenha um metro e noventa, não conseguirá segurar os dois lados da cama ao mesmo tempo para pregar. Tá... eu descobri isso... mas demorei três horas para perceber. Imagine quantas vezes as madeiras da cama não caíram em meu pé. Quantas vezes o vizinho do apartamento debaixo não viu seu chá pular da xícara com a tremedeira no prédio a cada vez que as barras caíam!Três horas... e desisti. No calor, nervoso... cansado... fui tomar banho. Mas um banho é capaz de encher a gente de ânimo de novo. Mesmo sem martelo e sem alguém pra ajudar a segurar as barras. Sendo assim, as águas do chuveiro me trouxeram de volta à batalha. Sim. Mais três horas e a cama estava montada.
Milagre? Não. Gambiarras. Um pilhazinha de jornais aqui para levar uma barra. Um banquinho ali... Pena que com tanta tecnologia faltou tempo para pensar se eu estava montando a cama do lado certo. As barras ficaram invertidas, com o acabamento para baixo. Mas só eu que sei isso... pois fui eu que comprei a cama.
Ah, também não posso dizer que montei 100% a cama. Montei 90%. A cama é daquelas de prateleira na cabeceira. E faltou o fundo da cama. Mas aí foi 20% preguiça e 80% comodidade.
Olha... vou te dizer que não sou tão ruim de serviço assim viu. Montei a cama, sozinho, em seis horas! Novo recorde mundial. Acho que não... mas consegui e estava lá a cama firme e forte... Quer dizer... estava... porque é claro que ela quebrou em um desses momentos mais empolgantes da vida. Mas aí não sei se a culpa foi da falta de martelo, se foi da falta de inteligência na montagem, se foi da falta de noção minha ou de outrem... Certo é que agora está tudo certo... com algumas gambiarras novas que eu mesmo desenvolvi.

Então vamos às lições do episódio:
1) NUNCA, mas NUNCA MESMO teime em montar uma cama de casal sozinho.
2) Se não puder chamar um montador, chame um amigo, vizinho, ou qualquer pessoa que tiver o mínimo de capacidade de segurar as barras;
3) Se não tiver outra pessoa para ajudar, arrebanhe quatro banquinhos do mesmo tamanho para pendurar as barras enquanto parafusa calmamente e sem stress.
4) É recomendável ter um quinto banquinho para que você possa se sentar. Senão vai doer as costas;
5) Antes de montar, certifique-se de que está virada para o lado certo.
6) Ah, não use colas nem pregos... como eu fiz. rs
7) Se não tiver confiando no estrado que você montou, não espere ele quebrar com alguém para pagar mico. Prepare uma solução de emergência;
8) No meu caso, a solução de emergência foi reunir pilhas de jornal que assino. Elas estão milimetricamente dispostas embaixo da cama, a fios de cabelo da cama. Se o estrado arriar, as pilhas de jornal seguram ele e a cama se segura de forma imperceptível;
9) Sempre, mas sempre mesmo, estranhe se sobrar parafusos. No meu caso, sobraram parafusos da cama, do guarda-roupa, da estante e da mesa. O caso da mesa foi mais grave, pois eu não usei nenhum dos parafusos. Eles não cabiam no buraco. Não pareciam feitos um para o outro. Então não usei. Deixei sem mesmo. E tá lá a mesa funcionando... balançando levemente...

E NO PRÓXIMO CAPÍTULO “faltou sal e outras coisas!”

16 comentários:

Cristy disse...

O que comentar depois de ler um texto desses...??
Como muitos dizem... e acrescento o 'literalmente'... sem comentários.
Para nao ser chata e já que aqui estou digitando nessa pagina onde consta "faça um comentário", serei obediente e além das risadas que me despertaram, vou comentar.
Ufa!
hummm.. o que dizer? rs....
Escrevi..apaguei...escrevi de novo... Não tem como... sem comentários!!!

Ahhhh sim... comentarei um trecho que me despertou interesse....
"porque é claro que ela quebrou em um desses momentos mais empolgantes da vida. "

Hummm.. qual momento empolgante seria esse???

A-HA! Já sei!!!
Gol do seu time preferido de futebol!!! isso neh... ufa... agora esse trecho nao fica impróprio para menores nesse horario...!!!!

Iris disse...

Nossa como seria melhor se eu tivesse lido esse seu drama antes de montar a minha cama rsrs
Pelo menos o banquinho eu iria usar rs, que dor nas costas que fiquei depois, isso porque so levei uma hora para montar, acho que ja esta na minha hora de verificar os parafusos q sobraram rsrs

Haha to esperando os próximos capítulos estou me identificando com varias coisas rsrs

Fernanda - Pr disse...

Entao... estando eu com alguns quilos excedendo o peso adequado, fiquei preocupadíssima com essa sua historia...
vou até olhar meus parafusos hoje...
imagina se quem montou minha cama teve esqueceu o martelo, veio sem ajuda, e nao tem experiencia... jesuis..
como vc nunca mandou suas historias p o Retrato Falado do Fantastico?? muito melhor que aqueles historizinhas toscas... rs

enfim,
vc tem futuro!!!!!! hahahaha

qual será a próxima historia... no minimo um habibs mal digerido e um banheiro que nao quis funcionar!!! rsrsrsrs

Vanessa Oliveira disse...

ALELUIA!!! Consegui chegar à página dos comentários...
Só pra dizer: RICARDO! Essa mesa vai cair!!! Meu Deus, esse blog está me deixando preocupada. ;o)
Bjokas

Lidiane disse...

Nossa... Tô até com medo de te visitar. Ninguém sabe quantos parafusos sobraram de todos os móveis de sua casa... Cama, mesa, cadeira, estante... É um perigo! Hahahaha.

Flávia Lopes disse...

Cola e pregos???
Não acredito que vc fez isso!!
Tem gente que diz que homem faz falta em casa, quando aparecem alguns probleminhas domésticos...
Eu tô achando que na maioria das vezes falta é mulher... O bom senso feminino... rs
Adorei o blog!
Bjs

julianacipriani disse...

Sr. R.C., o senhor é um fanfarrão!
Pede pra sair!

Ana Paula disse...

Hilário!!! e não pense que é só vc que vive essa loucura não amigo. Imagina eu, dondoquinha do jeito que eu era tendo que cozinhar, lavar, arrumar casa, fazer super mercado, colocar o lixo pra fora, etc e tal. Que saudades de casa!!!!!!Ah eu tb tenho um martelo!!!!!
Beijos

Quezia disse...

Ricardo, vi teu post no orkut!
Eu nao consigo parar de rir dessa tua aventura de montar essa cama.

Garotooo 6 horas pra montar uma cama e ainda sobrar parafusos?? putz!
Mais ta perdoado, como vc mesmo disse "eles parecem nao terem sidos feito um para o outro".
kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Vc tem que contar esses epsódios la na comunidade da Odisseia pq vai ajudar muita gente viu!
Beijao e boa sorte com a proxima montagem!

Mitzrael disse...

Kra, fantastico o seu blog!

Jah tah adicionado nos favoritos e se tiver no RSS!!!


Hilária a forma q vc descreve o dia a dia dos solteirões!

Luciane disse...

Eu não acredito que você coloca em risco a vida dos seus amigos que frequentam a green house! A mesa bamba, e eu já perdi a conta das vezes que apoiei meus cotovelos naquela mesa... ai ai!!!
Muit bom seu blog Ric, tenho até medo das próximas histórias!!

Luciane disse...

Eu não acredito que você coloca em risco a vida dos seus amigos que frequentam a green house! A mesa bamba, e eu já perdi a conta das vezes que apoiei meus cotovelos naquela mesa... ai ai!!!
Muit bom seu blog Ric, tenho até medo das próximas histórias!!

Marina disse...

Isso me deixa muito animada.. Não sou a única perdida com casa nova, cama, eletrodomésticos, gás.. hehe Você é uma figuuuuuuura!

Elaine F.S. disse...

Caraca! Não podia ser outra pessoa com este episódio. Só não ganha do atropelamento do mendigo...rsss
Qdo eu e a vivian mudamos para o atual apê, também não chamamos montador para o guarda-roupa dela, mas eu e o namorado da mesma conseguimos montá-lo. Detalhe: sem sobrar peças. O fato de que uma das portas ficou de cabeça para baixo não conta. E uma dica: para evitar montar camas vale comprar o colchão com box. É mega prático.
rsss.

Fernanda disse...

Trate de arrumar essa mesa...

ainda que o buraco seja um jogo comportado, nao poderemos nunca jogar truco nela!!!! hehehe

Ja passou seu blog pra Mi??

bju

por Ricardo Corrêa disse...

Atesto para os devidos fins que a mesa da sala, mesmo sem os parafusos e balan�ando levemente n�o ir� cair. Prometo que n�o ir�. N�o sei explicar o motivo... mas garanto que n�o vai cair. rs
Valeu a todos os que postaram. Prometo que aos poucos vou come�ar a responder os posts com calma.
Mitzrael e Qu�zia, que vieram via orkut, muuuito obrigado pela presen�a e n�o deixem de aparecer outras vezes.
VOU TENTAR POSTAR NOVIDADES TODOS OS DIAS, PELO MENOS NO IN�CIO DOS TRABALHOS :)